SÃO PAULO - Após uma campanha que terminou junto a outros candidatos na lanterninha da eleição em São Paulo, a deputada Joice Hasselmann (PSL), disse que não se decidiu sobre eventuais apoio no segundo turno, entre Bruno Covas e Guilherme Boulos (PSOL). Com apenas 1,55% na contagem final (pouco mais de 82 mil votos), Joice desabafou:

- Estou amadurecendo a ideia (sobre apoio). Fazendo a conta da tragédia. Mas, por enquanto, não - disse ela ao GLOBO. A votação passou longe de sua performance em 2018, quando concorreu para deputada federal e teve cerca de 1 milhão de votos em São Paulo.

Nem Covas nem Boulos deram qualquer sinal de que aguardam apoio da deputada. Ao longo da campanha, Joice centrou fogo principalmente contra o prefeito. Disse que Covas era ausente e atacou algumas de suas medidas, como o aumento do IPTU.

Ex-aliada do governo federal, até cair em desgraça com toda a família Bolsonaro, Joice diz ter enfrentado problemapor falta de recursos. O PSL, segundo ela, destinou pouco recurso para sua campanha.

Assim como Joice, Arthur do Val, conhecido na internet como "Mamãe Falei", também não maniefstou apoio para os egundo turno. Embora tenha ficado em quinto lugar, teve 9,78% dos votos (pouco mais de 522 mil).

Deixe seu Comentário