O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta sexta-feira (16) que a vacina contra a Covid-19 será obrigatória no estado paulista. Segundo Doria, apenas pessoas com atestado médico estarão livres de receber o imunizante.

Atualmente, o governo paulista, através do Instituto Butantan, está trabalhando em parceria com o laboratório chinês Sinovac, que está desenvolvendo a CoronaVac.

– Em São Paulo será obrigatório, exceto quem tenha orientação médica e atestado que não pode tomar. E adotaremos medidas legais se houver contrariedade nesse sentido – disse Doria durante entrevista coletiva no Palácio Bandeirantes.

Ainda na entrevista, Doria afirmou que irá pressionar o Ministério da Saúde a liberar verbas para que a CoronaVac seja produzida em larga escala para que possa ser distribuída na rede SUS para outros estados.

– O que São Paulo deseja é compartilhar vacina do Butantan para que outros estados possam vacinar. São Paulo vai vacinar. Já garanti que os 45 milhões de brasileiros em São Paulo serão vacinados – declarou o governador.

A possível distribuição da vacina chinesa do Butantan será debatida na próxima quarta-feira (21), durante reunião entre o governador de SP e o ministro da Saúde Eduardo Pazuello.

Deixe seu Comentário